sexta-feira, 19 de novembro de 2010

ALIMENTOS QUE AJUDAM A ACALMAR

O problema do estresse não esta relacionado apenas com doenças, mas também com a alimentação. A falta de nutrientes resulta em estresse, e o contrario também acontece. O estresse causa carência de nutrientes.

Quando o corpo enfrenta situações estressantes, gasta muito mais nutrientes do que o normal. Para repor essa perda, é recomendado comer muitas frutas e verduras, pois são ricas em vitamina C, vitaminas do complexo B, magnésio e manganês. Brócolis, chicória, acelga e alface são ricos nesses nutrientes.

Os maus hábitos alimentares, como ingestão excessiva de açúcar, cafeína e sal, podem predispor ou agravar o estresse, mas deve-se lembrar que também existe o fator emocional.

Com a ingestão de doce, por exemplo, a quantidade de glicose sobe rapidamente no sangue, fazendo com que o pâncreas aumente a produção de insulina mais do que o normal.

Dessa forma, a insulina em excesso irá retirar mais açúcar do sangue, ocasionando hipoglicemia. Esta diminui a tolerância do corpo aos fatores que ocasionam o estresse.


ALIMENTOS ANTIESTRESSE

ALFACE – as substancias lactucina e lactupicrina, encontradas principalmente nos talos das folhas, atuam como calmante.

ESPINAFRE E BRÓCOLIS – previnem a depressão. Contem potássio e acido fólico, importantes para o bom funcionamento das células, garantindo o bom funcionamento do sistema nervoso, devido ao magnésio, ao fosfato e às vitaminas A e C e ao complexo B.

PEIXES E FRUTOS DO MAR – diminuem o cansaço e a ansiedade, pois contem zinco e selênio, que agem diretamente no cérebro.

CASTANHA-DO-PARÁ – melhora sintomas de depressão, auxiliando na redução do estresse. É rica em selênio, um poderoso agente antioxidante. Uma unidade ao dia fornece a quantidade diária de selênio (350mg) recomendada.

LARANJA – promove um melhor funcionamento do sistema nervoso. É um ótimo relaxante muscular e ajuda a combater e estresse e prevenir a fadiga. Tem substâncias hidratantes e é rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do complexo B.


ALIMENTOS ESTRESSANTES

AÇÚCAR E CAFEÍNA – a ingestão de açúcar e cafeína em excesso dispara reações desordenadas no organismo, o que pode agravar o estresse.

Alimentos com gorduras saturadas, que geralmente possuem difícil digestão, também não são recomendados para diminuir os efeitos do estresse, pois eles interferem na atividade neural, provocando fadiga e raciocínio lento.


Baixe o artigo em PDF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.